Diary Inspiration

My heart

18:09Carina Martins

Não costumo falar do coração, tenho amigas que até dizem que tenho a mania de fingir que sou fria e tudo mais, que faço o ar de “mazona”, mas lá no fundo que penso como uma princesa. Talvez seja isso, ou talvez esta seja a forma mais sensata que vejo a minha vida. Por vezes prefiro colocar uma capa e fingir que tudo está bem, do que realmente mostrar o que sinto. Queria ser diferente, mas se fosse diferente talvez não fosse eu própria.
Mas, vou deixar me de rodeios e escrever o que realmente sinto, não porque quero apenas sentir me bem.. Quer dizer essencialmente é só para o meu bem-estar, até porque não imagino ninguém ter interesse em tal situação, ao qual eu chamo a minha vida!


Enfim, faz quase um ano e conheci alguém, alguém que me mudou, alguém que me custa pensar, alguém que não há um único dia que não pense nele. É tão difícil confessar estas coisas! Dói me a alma e o coração, falar sobre essa pessoa, não porque me magoou mas porque por muito queira tirá-lo da minha vida , nao desaparece simplesmente. O meu problema é que ele está sempre lá. Pergunto me todos os dias o que vi nele, sermos tão diferentes, tão incompatíveis e no final ser a pessoa que mais gostei nesta minha vida, e olhem bem que 21 anos já não é coisa pouca. Sabem, aquela sensação quando entramos num local com mais de 200 pessoas e apenas encaramos uma.. é essa que fica na nossa mente? Pois eu senti isso na minha vida, uma vez unicamente, quando o conheci...

Eu entrei e lembro me da sua expressão como se fosse hoje, o sorriso que ainda hoje me faz tremer.. qualquer coisa especial e meiga, e no final, eu que estava com tanto medo de entrar numa sala cheia de tantas pessoas, acabei por encontrar o conforto no sorriso desconhecido. Por vezes pergunto a mim própria, se o sentimento que sinto, não será apenas saudade do sorriso que me confortou.. será? Eis uma pergunta que ainda não sei responder.
O tempo passou, e o desconhecido, passou a ser conhecido, a amizade entrelaçou-se.. Mas originou o pior, o pior dos sentimentos, quando eu, sou aquela que recusa a admitir qualquer sentimento. Senti algo, algo que não quero sentir mais, luto todos os dias para não o sentir.. Mas o medo é.. Quando o vir o sentimento será ainda maior? Queria tanto ter uma bola de cristal agora aqui ao meu lado, só para puder ver o meu futuro, ver quais as decisões certas e erradas e quantas eu podia emendar. Dizem que a sinceridade seria o melhor, mas será mesmo neste caso? Quando a dor já é forte, porquê agravá- la ainda mais? Será que o ser humano está destinado a sofrer e apenas precisa de cada vez mais dor para andar em frente?? Sinceramente, já não duvido… mas quem sou eu para opinar, sou o pessimismo em pessoa.. Se fosse daquelas ciganas que costumam caminhar pelos jardins em Belém, provavelmente punha 90% das mulheres solteiras a chorar e porquê? Porque quando a pergunta viesse.. eu diria não, vais ser infeliz e sozinha. Estou a mentir porque? Eu sou a “princesa”que acredita na alma gémea, que vai existir alguém , um príncipe encantado!
Essa é pergunta de muitas mulheres solteiras “ Vou encontrar alguém?” Mas, por que raio, se existem explicadores de matemática a dar-nos a solução de qualquer equação, porque não existe alma neste mundo, para nos dar esta resposta… Só gostava de saber porquê!

Outra questão que penso sempre, é como é que existe uma alminha neste mundo que num piscar de olhos consegue mudar o nosso humor, a nossa forma de estar, a nossa vontade.. e o pior é que comigo aconteceu e conhecia-o a menos de um ano! COMO É QUE É POSSÍVEL??? Será que certos homens quando nascem trazem consigo um telecomando para nos modificar?! Bem, me dava um jeito um desses, e não era só para mudar os homens.. Mudar de roupa a menos de um click… isso sim para mim seria uma invenção e peras!

Mas lamento informar que a história que até começou com o início bonito, típico de filme, não tem um final feliz.. no entanto será um final?? Assim o espero! E assim o tempo passou, as discussões foram tantas.. No final nunca me senti tão exausta na vida! Foi horrível! A minha paciência estava a zeros, o meu bom-humor tinha-se extinguido. Enfim.. tive que pôr um ponto final.. porque acima de tudo há que ter respeito por si própria. Ele sem dúvida foi e será uma das pessoas mais importantes da minha vida, fez desabrochar sentimentos que nem eu sabia que poderia sentir, mas acima de tudo GOSTO MAIS DE MIM!

Como é que alguém um dia faz nos sentir tão especiais e no momento seguinte simplesmente nos ignora, como se tivéssemos sido extintas do mundo! Como se nunca tivéssemos feito parte da vida dessa pessoa! E custa e não é pouco.. Cada vez que penso nisso , uma tristeza me invade de uma forma inexplicável.. Mas se ele não gostava de mim.. o porquê das suas atitudes.. PORQUÊEEE???!! Queria uma resposta a isto, resposta que nunca irei ter..

You Might Also Like

0 Feelings

Obrigada meus queridos pelos comentários :)
Thanks my darlings for comment my blog :)